Reunião com até 30 pessoas não é mais considerada aglomeração

Poços de Caldas segue na onda amarela do programa Minas Consciente


Entrou em vigor ontem, 3, decreto municipal que promove alterações em decreto anterior a respeito da flexibilização das atividades em Poços de Caldas devido à pandemia de Covid-19.

A medida altera a quantidade de pessoas que pode ser considerada aglomeração e foi respaldada pelo Comitê Extraordinário Covid-19.

Desta maneira, não será mais considerada aglomeração, a reunião de até 30 pessoas, observado o afastamento individual de dois metros e considerado o espaço em que estas estiverem.

Na hipótese de reuniões de trabalho e afins, onde for imprescindível a participação de mais de 30 pessoas, o organizador deverá priorizar o formato virtual com o uso das ferramentas tecnológicas que entender adequadas para a finalidade que se propõe.

Na impossibilidade de realização da reunião no formato tecnológico, o organizador poderá optar pelo evento presencial, desde que tenha plano de contingenciamento aprovado pelo Comitê Extraordinário Covid-19, observado o limite de ocupação equivalente a 30% da capacidade do local e as normas de segurança sanitária de combate à pandemia do novo coronavírus. Poços de Caldas segue na onda amarela do programa Minas Consciente.