Pau…tando 05/08/2020


Na coluna Pau…tando, leia o que acontece de mais importante nos bastidores políticos de Poços de Caldas.

OLHA O TREM
O secretário municipal de Turismo, Ildeu Pereira, disse que o projeto de reativação do trem turístico entre Poços de Caldas e Águas da Prata, prevê que o percurso seria iniciado através da Estação Bauxita e não pela Estação Fepasa/Mogyana, conforme era previsto no projeto da Codemge e que tinha já aprovado R$ 10 milhões. “A Estação Bauxita talvez precise apenas de uma pintura e uma melhoria na estrutura”, disse. Segundo ele, o projeto é considerado de prioridade “número 1”.

REPRESENTAÇÃO 1
Ontem, a grande polêmica da sessão ordinária da Câmara ficou por conta de um pedido da vereadora Lígia Podestá (DEM) para que fosse lida em plenário uma representação de sua autoria contra o vereador Paulo Ta-deu (PT), por conta de uma alegação de quebra de decoro por injúria. Paulo não aceitou que a representação fosse lida em plenário, antes do julgamento da questão, Além disto, ele alegou que só tomou conhecimento do fato ontem.

REPRESENTAÇÃO 2
Após uma breve suspensão da sessão, a representação foi lida, com o vereador Paulo Tadeu tendo direito a fazer suas considerações sobre o fato. Além de apontar que o vereador teria cometido injúria, a procuração aponta ainda que teria ocorrido adulteração em gravação da ata que originou o desentendimento entre as partes, colocando sob suspeição a Mesa Diretora e servidores. O caso será avaliado pela Corregedoria.

ANDAR COM FÉ
Procurado por lideranças religiosas, por intermédio do vereador Marcelo Heitor (PSC), o prefeito Sérgio Azevedo (PSDB) apresentou ao Comitê de Enfrentamento ao Covid-19 um pedido de aumento do percentual de pessoas em templos religiosos, que atualmente, está em 20%. É possível que nos próximos dias, o pleito seja atendimento, aumentando o público para 30% da capacidade dos templos.