Festas particulares de Carnaval estão proibidas em Poços

Eventos públicos já haviam sido cancelados em novembro passado

Baseado na mudança do cenário epidemiológico da última semana, o Comitê Extraordinário Covid-19 divulgou novas medidas restritivas, a fim de conter a disseminação da Covid-19 em Poços de Caldas.

A nova resolução determina que fica proibido entre o dia 24 de fevereiro de 2022 a 2 de março de 2022 a realização de bailes, desfiles, encontros, reuniões, blocos e eventos de Carnaval, de qualquer natureza e voltada a qualquer tipo de público, em locais públicos ou privados.

continua depois da publicidade

Os eventos públicos do Carnaval já haviam sido suspensos em anúncio feito pela Prefeitura em novembro, com representantes da Associação Comercial Industrial e Agropecuária de Poços de Caldas (ACIA), Abre (Associação de Bares, Restaurantes, Lanchonetes e Similares), Comtur (Conselho Municipal de Turismo); Sindicato de Hotéis; Convention e Visitors Bureau.

OUTRAS MEDIDAS
Outra resolução publicada também na tarde desta sexta-feira, 7, determinou que no período a partir de sábado, 8, a 16 de janeiro, hotéis, motéis, pousadas e similares; restaurantes, lanchonetes, bares, pizzarias, hamburguerias, padarias e similares; parques públicos e privados; casas de eventos e similares; pontos turísticos públicos e privados, não devem promover:

•Prática de atividade dançantes;
•Degustação e consumo de bebidas e alimentos por pessoas em pé, fora das mesas ou balcões de atendimento ou em filas de espera.

PROTOCOLOS DE SEGURANÇA
O Comitê Extraordinário Covid-19 reforçou a importância de seguir os protocolos de biossegurança sanitários e epidemiológicos:

I) uso obrigatório e ininterrupto de máscara de proteção individual, exceto para consumo de bebidas e alimentos;

II) disponibilidade de álcool em gel 70% nas portas de entrada e saída dos ambientes, nas áreas de recepção, nos caixas, toaletes e mesas;

III) higienização e posterior desinfecção de objetos e áreas de uso comum, após cada uso;

IV) disponibilização de cartaz informativo, na porta do estabelecimento ou evento, contendo os protocolos sanitários vigentes.

A fiscalização ocorrerá mediante denúncia realizada pelo Eouve (https://eouve.com.br/#/), ouvidoria (0800-283-0324) ou e-mail do comitê ([email protected]).